Navegação Rápida:

    Entra ano, sai ano, mas o principal desejo de consumo dos brasileiros continua o mesmo: conquistar o sonho da casa própria 

    E foi isso o que demonstrou uma pesquisa da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) que, pelo terceiro ano consecutivo, apontou que o investimento  segue em alta entre a população brasileira.  

    A 7ª edição do Raio X do Investidor Brasileiro, realizado em parceria com o Datafolha, mostra que continua em crescimento a intenção de investidores e investidoras em comprar um imóvel com os rendimentos das aplicações financeiras. Em 2021, o total de interessados era de 29%, em 2022 passou para 30% e em 2023, o total foi de 33%.  

    Ou seja, o sonho da casa própria é o principal destino apontado para o dinheiro desde a primeira edição do estudo, em 2017.    

    Dentro desta temática, hoje você vai conhecer um pouco mais sobre o desejo dos brasileiros em garantir a moradia. Para isso, vamos abordar: 

    • Perfil de quem deseja comprar a casa própria 
    • Por que investir na aquisição de um imóvel? 
    • Consórcio para conquista do sonho da casa própria  
    • Sonho da casa própria: desejo realizado  
    • Como escolher o imóvel ideal  

    Perfil de quem deseja comprar a casa própria  

    Realizar o sonho da casa própria é o principal destino para os rendimentos de mulheres e homens, no percentual de 34% e de 32%, respectivamente.  

    Na sequência, ambos os gêneros preferem manter o dinheiro aplicado (18% e 21%, na mesma ordem). De forma isolada, as mulheres priorizam mais do que os homens o uso do retorno dos investimentos em viagens, passeios e lazer (13%) e em educação (7%). Já eles, por outro lado, valorizam mais a compra de um carro ou uma moto (11%), o uso na aposentadoria (11%) e o investimento em um negócio próprio (10%).   

    Com relação ao perfil socioeconômico, os mais interessados em usar os recursos dos investimentos para comprar imóveis são as classes D e E (36%), seguidas pela classe C (35%). Já as classes A e B têm preferência por viagens, passeios e aposentadoria, com cada um desses objetivos mencionados na proporção de 14% dos entrevistados.  

    Na análise de gerações, os millennials (28 a 42 anos) e geração Z (16 a 27 anos) foram os mais interessados em adquirir um imóvel com os recursos das aplicações (37%). A geração X, que tem entre 43 e 62 anos, também tem a compra de imóveis como principal objetivo de investimento, com 32%.   

    A diferença fica com os boomers, que têm de 63 a 80 anos. Eles preferem manter os recursos investidos (28%) ao invés de comprar imóveis. 

    Por que investir na aquisição de um imóvel?  

    Mas afinal, de onde vem este desejo tão grande de se investir em um imóvel próprio?  Aqui, cabe lembrar que cada realidade é diferente e que os objetivos acabam variando de pessoa para pessoa.  

    Neste sentido, o que podemos apontar é que geralmente, este tipo de aquisição implica no fim dos gastos com aluguel, os quais consomem boa parte do orçamento mensal de uma família, por exemplo. 

    Mas não é só isso: contar com um imóvel próprio também garante segurança financeira para os proprietários, pois, em caso de necessidade, é possível trocar ou alugá-lo.  

    Outro motivo que pode ser levado em consideração é a liberdade de se efetuar grandes mudanças estruturais ou investir em móveis planejados, da maneira que for mais conveniente.  

    Consórcio para conquista do sonho da casa própria  

    Em comparação com o financiamento ou com o programa do governo federal “Minha Casa, minha vida”, principais modalidades de financiamento para a compra de imóveis, o consórcio destaca-se com grande vantagem, por não possuir a necessidade de entrada e nem juros 

    Além disso, outro fator de relevância é a versatilidade do produto. Engana-se quem pensa que o consórcio de imóveis possibilita somente a aquisição da casa. O produto traz consigo um leque de possibilidades, que vão desde reformas até mesmo a aquisição de imóveis no exterior. 

    Sonho da casa própria: desejo realizado!  

    “Sempre tive o sonho de ter a minha casa”. Com essa frase, Terezinha de Paulo Lopes abre o seu depoimento, testemunhando como o consórcio foi um facilitador para sua conquista.   

    Isso porque, ao conhecer o produto apresentado por sua consultora, ela se encantou e decidiu investir, acreditando na segurança da modalidade.  

    De forma planejada, Terezinha, que já tinha procurado outros meios para realizar o sonho da casa própria, achou no consórcio a opção ideal. Em 3 anos e meio foi contemplada e as parcelas que durariam 30 anos agora serão quitadas em 15 anos e com o melhor de tudo: sem juros.  

    Como escolher o imóvel ideal? 

    E se você, assim como a Terezinha, pensa em conquistar o sonho da casa própria, chegou a hora de conferir nossas dicas sobre a escolha do imóvel perfeito 

    • Antes de tudo, defina a região/cidade ou bairro preferido e os aceitáveis, considerando os prós e contras de cada um, como segurança, estrutura de comércio, localização de escolas e hospitais;  
    • Escolha o tipo de imóvel? A preferência da família é por casa térrea, sobrado ou apartamento? Gostariam de morar em condomínio ou preferem mais privacidade? 
    • Cerifique-se da posição do imóvel em relação ao sol, principalmente se a sua opção for em apartamentos;  
    • Tenha em mente a necessidade de espaço, de acordo com o tamanho de sua família. Vocês passam a maior parte do dia fora? Necessitam de área de lazer com playground, churrasqueira ou piscina?  
    • Certifique-se sobre a regularidade do imóvel. Possui débitos de IPTU ou condomínio em atraso?  A matrícula está em conformidade com o registro de imóveis?  

    Quer conquistar a casa dos sonhos? Faça uma simulação com o consórcio Ademicon 




    Posts Relacionados: