Navegação Rápida:

    Estar com o nome sujo não é um fato que as pessoas se orgulham. Mas, infelizmente, é algo muito comum. Vários brasileiros enfrentam dificuldades financeiras, seja por falta de planejamento ou por algum imprevisto, e acabam deixando de pagar as suas contas em dia — o que resulta em ficar negativado.

    Como alguns bens custam preços altos, o consórcio é uma ótima alternativa. Comprar um carro, moto, apartamento ou casa pode se tornar um objetivo que vira realidade por meio dessa ferramenta de compra programada.

    Caso você tenha o nome sujo e esteja se perguntando se é possível fazer um consórcio nessa situação, saiba que vai encontrar a resposta aqui. Continue a sua leitura e fique por dentro do assunto!

    Existe a chance de adquirir uma cota de consórcio, mesmo com o nome sujo?

    A resposta para tal questionamento é sim! Existe a possibilidade de fazer um consórcio, mesmo que esteja com o seu nome sujo. As pessoas cujos nomes são considerados negativados são aquelas que possuem alguma restrição no CPF e que estão incluídas nos cadastros dos serviços de proteção ao crédito, tais como:

    • SPC (Serviço de Proteção ao Crédito­);
    • Serasa (Centralização de Serviços dos Bancos).

    A inclusão nesses órgãos ocorre devido ao atraso no pagamento de dívidas, seja por compra ou empréstimos realizados com bancos ou lojas. O nome da pessoa é removido dessas bases de dados somente após a quitação dos débitos.

    Na maioria das situações, o consumidor encontra dificuldade em contratar novos empréstimos ou fazer novas compras a prazo, em virtude da restrição no crédito. Mas no caso do consórcio é permitido realizar a contratação, podendo apenas o crédito ficar bloqueado, em caso de contemplação, até que o consorciado seja aprovado na análise feita pela própria administradora.

    Como funciona o processo de contratação e contemplação?

    As condições e exigências estabelecidas pelas administradoras de consórcios podem variar de uma empresa para outra. Costuma ser muito simples contratar a modalidade, sendo necessário apenas apresentar os documentos pessoais básicos, como RG e CPF. Uma lista mais detalhada de documentos é solicitada somente no ato da contemplação, quando as empresas fazem uma análise de crédito antes de efetuar a liberação do valor ao consorciado contemplado. O objetivo é ter uma garantia de que a pessoa vai cumprir com os pagamentos do consórcio.

    Além disso, para ser contemplado, é necessário estar com as parcelas em dia. Outro ponto a ser lembrado é sobre a importância de acompanhar as assembleias mensais, nas quais são definidos os contemplados por meio de sorteios e lances. Vale salientar que após a contemplação, você deve continuar pagando as prestações para evitar problemas indesejados.

    Quais são as regras estabelecidas pela administradora?

    As administradoras estabelecem regras para a participação dos consorciados nos grupos. Estando ou não com restrição no nome, é preciso seguir as condições preestabelecidas, sendo que antes de ser contemplado, pode ser possível pagar as suas dívidas. Dentre as principais regras estão as que descrevemos a seguir!

    Atrasos podem gerar cancelamentos

    Uma importante regra dos consórcios é evitar os atrasos nos pagamentos. Caso se torne inadimplente, com uma parcela de atraso o consorciado já não poderá participar dos sorteios, nem ofertar lances. Se a situação não for resolvida, após o atraso de algumas parcelas, a cota poderá ser cancelada e a pessoa excluída do grupo. A inadimplência em casos de cotas contempladas pode trazer consequências mais graves.

    Parcelas podem ser adiantadas na oferta de lance

    O adiantamento das parcelas para uma oferta, que também é conhecido como lance, auxilia as pessoas a terem a oportunidade de aumentar a chance de receber a carta de crédito em uma das assembleias. Existem alguns tipos de lances, como o livre, o fixo e o limitado. Procure conhecer cada um para fazer a oferta na modalidade que mais se adequa ao seu perfil. As administradoras também têm diferentes critérios para definir o lance vencedor em caso de empate. É importante ler atentamente o contrato para saber todos esses detalhes e as possibilidades.

    Quitar os débitos antes de receber a carta de crédito

    A maioria das administradoras, normalmente, impõe uma regra para aqueles que estão com o nome sujo. Se essas pessoas forem sorteadas ou tiverem o lance vencedor, elas devem quitar os débitos antes de receber a carta de crédito. Dessa forma, conseguirão realizar a contratação do serviço ou adquirir o bem tão desejado.

    Isso acontece porque a liberação da carta de crédito depende de uma análise que avalia o histórico do consumidor e suas dívidas. As regras servem para organizar os procedimentos e deixar claro quais são os deveres da administradora, além de informar os direitos dos integrantes do grupo. Contudo, você deve verificar se a empresa é autorizada a atuar pelo Banco Central, pois apenas as credenciadas podem administrar os grupos de consórcios.

    Quais são as vantagens de investir em um consórcio quando está com o nome sujo?

    Quando alguém está com o nome sujo, não há muitas opções de negociações que podem ser feitas nesse período. Porém, para aqueles que desejam planejar conquistas até que seu nome esteja limpo, o consórcio é uma excelente opção. Veja abaixo alguns benefícios de fazer consórcio quando o nome está negativado!

    Ajuda a organizar as dívidas

    O ideal é que, além de manter as parcelas do consórcio em dia, você se dedique a pagar as outras dívidas. Com os diferentes planos de consórcio disponíveis, será possível escolher a parcela que mais de adequa ao seu orçamento para que você consiga cumprir com todos os seus compromissos.

    O seu crédito será analisado quando você for contemplado. Por isso, organize as suas contas e quite o que puder antes da contemplação para facilitar a negociação com a administradora.

    É uma excelente maneira de economizar

    Se você não consegue economizar e guardar dinheiro todos os meses, saiba que fazer um consórcio é como criar uma poupança programada. Mensalmente é necessário disponibilizar o valor da parcela e, quando for contemplado, o consorciado poderá adquirir o que desejar com o crédito, desde que esteja de acordo com o contrato. Essa responsabilidade com as prestações garante que você não use esse dinheiro para outras finalidades.

    No consórcio, o valor do crédito é integralmente parcelado no prazo do grupo, ou seja, não é preciso dar entrada. Além disso, também não são cobrados juros. Essas e outras vantagens tornam sua conquista mais acessível.

    Enfim, fazer um consórcio para negativado é uma boa opção. Não deixe de realizar uma pesquisa e encontrar a melhor administradora de consórcios para fazer a contratação. Dessa maneira você vai conseguir realizar bons negócios.




    Posts Relacionados: